Chica Santos Andrade é diretora, autora e roteirista

chica-black.jpg
  • Instagram
  • LinkedIn

Premiada com Melhor Projeto de Roteiro no Negras Narrativas, laboratório criado pela Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro e SPCine para o desenvolvimento de cineastas afrodescendentes, e brasileira selecionada para o Berlinale Talents 2022 BAS.

Formada em direção teatral pela SP Escola de Teatro com especialização em direção cinematográfica pela Academia Internacional de Cinema no ano de 2009, pós graduanda em psicologia social pela Mozarteun.

Dirigiu e roteirizou
 conteúdos para o Canal Futura de 2011 a 2018. Foi palestrante e consultora de projetos audiovisuais no Museu da Imagem e do Som de 2018 a 2021.

Estamos Todos Aqui, seu primeiro curta ficcional protagonizado pela travesti rapper e influenciadora digital Rosa Luz, recebeu o prêmio de público no Queer Lisboa, melhor filme no Mix Brasil, Mostra de Tiradentes, Festival de Gramado, Queer Berlin e outros 42 festivais pelo mundo. Também abriu a sessão de Bacurau na Noite do Cinema Brasileiro em Cannes.

É diretora de Big Food e outras dezenas de campanhas realizadas para organizações como Bloomberg e ONU.

Em Que Ano Estamos?, primeiro documentário de longa metragem da diretora, está em fase de captação. É um ensaio investigativo sobre as violências contra trans e travestis no Brasil, que conta com a vereadora Érika Hilton como personagem central. 

MANICONGO, roteiro de longa metragem ficcional em desenvolvimento, narra a história real de uma travesti brasileira condenada pela Santa Inquisição. O projeto conta com fundos internacionais europeus para o seu desenvolvimento.

Trajetória em Artes 

Nascida em Itapema, favela na periferia da cidade do Guarujá, litoral sul de São  Paulo, migrou aos 18 anos para a capital paulista para trabalhar como maquiadora e cabeleireira em sets de cinema e de publicidade. Em pouco tempo passou a exercer as funções de produtora, preparadora de elencos e assistente de direção em longas e curtas metragens. No ano de 2011, fundou a Coletivo Bodoque, produtora de filmes e campanhas de impacto, onde exerce as funções de diretora criativa, roteirista e produtora executiva. 

Filmes

Campanhas